Ivan Jubert Guimarães
20/11/2007
 


Está na hora de pegar o boné e meu evangelho,
E sair à procura de ovelhas desgarradas,
Já que aqui estou sendo jogado como papel velho,
Justamente por quem sempre foram tão amadas.
 


Amor tem que ser um sentimento nobre e perene,
Pois não sobrevive a tantas rusgas e inconstâncias,
Amar é fazer de cada momento, um momento solene,
É triste a gente amar quem não lhe dá importância.
 


Hoje tinha tudo para ser um dia belo e atraente,
No entanto, uma tristeza apoderou-se de mim,
Ficar o dia inteiro sozinho, não me deixou contente.
 


Não importa mais se alguém vem com o dedo em riste,
Ofensas e humilhações não me ferem tanto assim,
E meu desabafo se resume, num soneto de um dia triste.


Ivan Jubert Guimarães


Direitos reservados ao autor