Ivan Jubert Guimarães
30/11/2007


Quando a tristeza vai-se embora
Desaparecendo de meu coração,
Volto a correr pelo mundo afora,
E sinto de novo uma nova emoção.


Uma grande alegria invade-me o peito,
E faz-me rir de gozo a cada momento;
E rio meu riso até meio sem jeito.
Para não espantar tanto contentamento.


E minha vida segue então seu caminho,
E vou espantando todo o meu pranto,
E mesmo só eu não me sinto sozinho.


E vou me sentindo muito feliz a cada dia,
Até que descubro pra meu grande espanto,
Que tudo é ilusão, uma grande fantasia.



Ivan Jubert Guimarães


Direitos reservados ao autor