Ivan Jubert Guimarães



É como se tu não tiveste partido,
Tua presença em mim ainda permanece,
Quente e vibrante junto comigo
E nessa hora só a saudade acontece.


Sei, entretanto, que te encontras em paz
Imagino que já estejas adaptada ao novo lar,
Entendo tua partida e não te esquecerei jamais,
Tu, minha mãe, que me ensinaste a amar.


Quando em teu quarto abro a janela
Para que entre o sol de um novo dia
Sinto-me triste, pois não te vejo nela.


Mas é uma tristeza boa e gostosa esta,
Pois se aqui na Terra impera a nostalgia,
Sei que no céu acontece uma grande festa.



Ivan Jubert Guimarães


Direitos reservados ao autor