Ivan Jubert Guimarães


Eu quero apenas que tu me ames
E que toda vez que sentir saudade
Não hesites, quero que me chames.
E assim mataremos nossa vontade.
 


Sinto que algo parece estar diferente;
Não sei o que é, talvez seja o excesso.
O fato de estarmos sempre presentes,
Pode estar prejudicando o processo.
 


Todo o amor que eu sinto te pertence,
Ninguém pode me comprar este amor.
Ele é tão decidido que sempre vence.
 


Ele é forte e não se quebra como louça,
Ele é belo, e tem a pureza de uma flor,
É todo teu, porque eu te amo moça!



Ivan Jubert Guimarães


Direitos reservados ao autor