Ivan Jubert Guimarães
04/11/99


Procurei tanto antes de te encontrar!
Que ao ver-te pela vez primeira
Sorri, pois acabara de achar
Um novo amor, tão belo como o que perdi!
 


Senti-me feliz e solto outra vez;
Falante, galante, ousado,
Ao ponto de dizer "te amo"
Sem medo de estar cometendo um pecado.
 


Graças a ti meu amor eu vivo
A vontade de amar intensamente
Sentindo no peito (de novo) um coração ativo.
 


E mesmo que ainda tu possas duvidar
Da intensidade deste amor tão louco,
Juro que não é pouco o amor que tenho pra te dar!



Ivan Jubert Guimarães


Direitos reservados ao autor