Ivan Jubert Guimarães
29/03/2013


Não sei o que acontece comigo,
Nem o que acontece ao meu lado,
Ando tenso e procurando abrigo,
Me sentindo preso e encapsulado.


Quero sentir de novo a liberdade,
E dar início à uma nova vida,
Partir sem deixar saudade
Esquecer esta existência sofrida.


Sair desta vida num grande pulo,
Soltando os grilhões desta prisão,
Libertando-me, enfim, deste casulo.


Poder cantar uma linda opereta,
Viver alegre e com amor no coração,
E voar livre como uma borboleta.


Ivan Jubert Guimarães

Direitos reservados ao autor

 

 

Midi: Metamorfose Ambulante - Raul Seixas - Piano