Ivan Jubert Guimarães
06/11/2012



Ultimamente tenho andado muito tenso,
Irrito-me facilmente e ardo como fogo,
Não ligo para nada e nem sei o que penso,
Cansei de fingir e de ter que jogar o jogo.


A vida perdeu todo o sentido para mim,
Nada e ninguém mais por quem lutar.
Tristeza e decepções que não têm mais fim,
E a certeza que chegou a hora de parar.


Um homem solitário é um inútil,
Melhor então fazer minha despedida,
Já que estou levando uma vida fútil.


Desisto de lutar pelos sonhos meus;
E vou iniciar a mudança e a partida,
Portanto, deixo agora o meu adeus!



Ivan Jubert Guimarães

Direitos reservados ao autor