Ivan Jubert Guimarães
27/05/2011



Sou apenas um transeunte ligeiro,
Que passa velozmente pela vida;
Dela sou apenas mais um passageiro,
Que anda por uma viagem perdida.


Não quero as riquezas que vejo no mundo,
Pois em nada elas me enriquecerão,
E mesmo que eu caminhe sempre sozinho,
Carrego a felicidade em meu coração.


Mas se as adversidades que eu encontro,
Dão-me força e coragem para lutar,
E eu, para lutar, estarei sempre pronto.


Tive lições que jamais irei esquecer;
A principal delas é que aprendi a amar,
E eu não posso e nem quero te perder.



Ivan Jubert Guimarães
 


Direitos reservados ao autor