Ivan Jubert Guimarães

15/04/2010

 

 

 

Hoje vou enfeitar minha casa de flores!
Hoje quero a rosa mais linda que houver
(Com a licença da inesquecível Dolores),
Quero cantar, ter a paz que Deus me der.
 


Hoje não vou me preocupar com solidão,
Sou meu melhor amigo e estou junto de mim,
Prometo não ficar amargurado, hoje não!
Quisera todos os dias fossem assim.
 


Vou passar o dia fora passeando e rindo;
Não é todo dia que se faz aniversário,
Sessenta e dois anos, a velhice está vindo.
 


Por isso, meu dia tem que ser bem diferente;
Hei de fazer deste dia meu sagrado relicário,
Nada poderá impedir que hoje eu fique contente!
 

 


Ivan Jubert Guimarães
 

Direitos reservados ao autor