Ivan Jubert Guimarães
12/06/2009


Namorada, grande amor de minha vida,
Tu que és por mim tão amada, tão querida,
Não podes imaginar o tamanho da afeição
Que sinto e toma conta de todo meu coração!


Namorada, esposa, amiga e companheira,
Hei de ser-te grato pela minha vida inteira,
Pelo perdão e pelo amor a mim dedicado,
Eu, teu amigo, teu abrigo e namorado.


Para muitos nosso amor é um grande espanto,
Pois nós que nos amamos e já brigamos tanto,
Estamos sempre prontos para o que der e vier.


Em meio a tantos desencontros e desenganos,
Eis que eu, em mais de quarenta anos,
Continuo apaixonado pela mesma mulher!


Ivan Jubert Guimarães


Direitos reservados ao autor