Ivan Jubert Guimarães
28/05/2015


Eu estava em vigília no leito do hospital,
Num quase sono que não queria chegar;
Uma pequena luz toma conta do local
E uma silhueta parece levitar no ar.


A penumbra conserva a luminosidade
E no quarto, o silêncio reina absoluto:
Ouço apenas uma voz com suavidade,
Chamando meu nome num som diminuto.


E sozinho naquele quarto quase escuro,
Percebo dois vagalumes brilhando
E sinto no ar um perfume muito puro.


A enfermeira se aproxima com mansidão,
E quase de repente estou sonhando,
Com a paz que Maria dá ao meu coração.



Ivan Jubert Guimarães

Direitos reservados ao autor
 

 

Midi: Tender is the Night - Henry Mancini