Quando amanhece o dia,
A luz da manhã me revigora;
O repouso do sono traz alegria
E o coração desperta sem demora.

O café da manhã tomado
Com a mulher amada,
O beijo com hálito perfumado
Dá vontade de amar a namorada.

E lá vou eu como bom amante,
Abraçando-a com muito jeitinho,
Fazer amor numa entrega constante.

No almoço, aquela comidinha caseira,
Preparada com todo o carinho,
E o dia passa da melhor maneira!
 

 

Ivan Jubert Guimarães

 

17/06/2014

 

 

 

 

Fim da sobremesa, o último gole de vinho,
Prepara o corpo para merecido descanso,
Mas tu me olhas de um jeito e logo adivinho
Que não pensas em ir para nosso remanso.

Tu me puxas pela mão para o meio da sala,
E vais atirando nossas roupas pelo chão,
E o cheiro forte que de teu corpo exala,
Causa em mim uma forte excitação!

Empurro teu corpo direto sobre o sofá,
E me jogo sobre ele com uma só intenção,
Descarrego meu desejo e tu dizes: "Já?".

Digo, sem graça, que foi apenas um aperitivo,
E que terás tudo que desejares na cama,
E te carrego no colo com um só motivo.

 

 

Ivan Jubert Guimarães

 

17/06/2014

 

 

 

 

 

Quando a tarde chega trazendo
O calor de um sol aconchegante,
Sinto que ainda estou vivendo,
E quero aproveitá-lo bastante.

Mãos dadas no passeio vespertino,
No parque ou numa rua qualquer,
Vem o desejo sempre repentino
De tomar teu corpo, te fazer mulher!

Os rostos vermelhos do calor solar
Fazem arder a paixão nos corações,
E fica irresistível o desejo de te amar.

Após rápida troca de olhares quentes,
Chega a hora de preparar o jantar,
E de entrada muitos beijos ardentes!
 

 

Ivan Jubert Guimarães

 

17/06/2014

 

 

 

 

Depois do amor, uma breve soneca,
Nua, vejo-te como pintura em aquarela,
Com a pele clara num rosto de boneca
E penso: "meu Deus como ela é bela!".

Tu dormes descoberta e de bruços
Com as pernas enroscadas nas minhas,
E te chamo entre gemidos e soluços,
Acariciando tuas lindas curvinhas.

Tu despertas com sorriso maroto
Mordes meus ombros num desafio,
E rindo me chamas de teu garoto.

Mesmo com o aproximar da aurora,
Aceito o desafio e te possuo de novo,
Amando-te pela madrugada afora!

 

Ivan Jubert Guimarães

 

17/06/2014

 

 

 

Midi: I love you