Senhor,


Permita que não me falte a fidelidade e que eu consiga cumprir com o meu dever.


Que eu possa cultivar a amizade que é o que de mais nobre existe na face da Terra.


Que eu nunca fuja à responsabilidade dos meus atos e dos meus deveres.


Que eu possa cultivar cada vez mais a paciência e, assim, aprimorar o meu espírito.


Que eu seja prudente e não cause sofrimentos a mim e aos outros.


Que a modéstia não se afaste de mim, mas que eu não me torne omisso.


Que as tentações não vençam minha fortaleza e que eu seja sempre senhor de mim.


Que eu saiba temperar matéria e espírito, ter o equilíbrio em tudo o que faço.


Que o respeito esteja em mim, e que não me falte coragem para aceitar a verdade.


E finalmente, Senhor, faz da humildade a minha marca sem que seja uma abnegação.


Obrigado Senhor!



Ivan Jubert Guimarães

02/04/2013
 

 

Direitos reservados ao autor