Ivan Jubert Guimarães


Olá! Olha eu aqui de novo pronto para um bate-papo!
Ando meio sumido e talvez a conversa não flua como deveria.
Queria falar de amor com você e das coisas que me ensinou.
Eu aprendi muito sobre a vida e as escolhas que devo fazer.


Contigo, eu aprendi a ser mais dócil com as pessoas,
Aprendi a ser manso e já não me irrito como antes.
Contigo, eu afastei de vez o preconceito e o medo;
Hoje, eu sinto que sou muito mais forte que outrora.


Com a mansidão de teus gestos deixei de ser impulsivo;
Contigo, eu aprendi que amar não é tão difícil como pensava.
Eu vi que eu tenho muito amor para dar, em meu coração
E aprendi que quanto mais eu dou, mais eu recebo de volta.


Contigo, eu aprendi a ser mais humilde e compreensivo;
E como estás fazendo comigo, eu também aprendi a ouvir.
Não importam que sejam queixas ou lamentos diversos,
Sei como compreender as pessoas dentro de seus limites.


Sabe? Eu já não me preocupo com prêmios ou recompensas;
Quero antes de tudo sentir a paz que me ensinastes a praticar.
O orgulho que antes me feria tanto, hoje quase não me incomoda.
Ainda tenho um pouco de vaidade, confesso, mas vai passar.


Contigo, eu aprendi que somos todos irmãos e iguais por dentro.
Queria poder ensinar aos outros o que eu já aprendi com você,
Mas ainda não consigo imitar o teu jeito de falar, olhar e sentir.
As palavras não saem de dentro de mim como eu gostaria.


Mas já não tenho mais vergonha de pronunciar teu nome,
E se falo em teu nome, alguém ouvirá as palavras certas,
Mesmo que saindo de bocas erradas como a minha.
Não sou um pregador, mas todos os dias eu já falo em você.


Não rezo diariamente, pois eu entendo que nada preciso pedir;
Também me esqueço de agradecer alguma graça recebida,
Mas sabe, no momento em que isso acontece, eu digo Graças a Deus!
Você e o Pai sabem muito bem do que eu preciso meu amado Jesus.



Ivan Jubert Guimarães


Direitos reservados ao autor