Regina Coeli


Tua é a beleza augusta e insinuante
A arrebatar das flores os corações
E a despertar delírios e paixões
No peito humano que se sente amante.

É teu o aroma doce e inebriante
Nascido da mãe-terra em seus torrões
E carregado ao vento que tu pões
Aos pés de ti a cada novo instante.

Tu és o belo e às mãos pedes passagem
Pra dar aroma, cor e o teu carinho
À viagem que fazemos, sem bagagem.

Pra te deixar mais tempo no raminho
E a proteger-te em tua excelsa imagem,
O apaixonado Deus cravou-te o espinho!


Regina Coeli

Direitos reservados à autora

 

 

 

Midi: Rosa (Pixinguinha) - Cristina Braga - Instrumental SESC Brasil