Para Rita Bello

Ivan Jubert Guimarães
23/07/2012


Ternura começa na infância,
É coisa de nossa meninice,
É um amor sentido à distância,
Que transforma tudo em meiguice.


Ternura é sentimento puro,
É carinho e amizade também,
É aquilo que eu tanto procuro,
E difícil de achar em alguém.


O carinho que eu tenho por ti,
Minha amiga e companheira,
É belo como o canto do bem-te-vi,
É perfumado como a floreira.


E assim, como a mais bela flor,
Não existe ternura sem amizade,
Amizade e ternura é quase amor,
Ternura é feita de paz e felicidade!



Ivan Jubert Guimarães


Direitos reservados ao autor


 

Midi: Sr Bello tocando violão