Ivan Jubert Guimarães

06/05/2012

 

 

Foi como se um raio atingisse meu coração,
Queimando meu corpo deixando-o em brasa,
A notícia me atingiu como se fosse um trovão,
Senti-me como um pássaro perdido e sem asas.


É mais uma prova que tenho que passar na vida,
Não sei se aguento tanto sofrimento assim;
Perdi a esperança de um lar, de uma guarida,
E sinto que as forças se esvaem de mim.


Mas sou forte e hei de recuperar a vitalidade,
Vou vencer porque sei que tudo isso passa,
Sei que é difícil superar toda a saudade
E o tempo vai deixar minha memória escassa.


Sinto no peito a dor de uma cruel desilusão,
E se ando como um andarilho perdido,
Vou reagir e sobreviver a esta dura situação
Pois é melhor a desilusão do que viver iludido.


A vida é breve, pouco mais do que um instante,
Tudo passa e é preciso viver com muita calma,
A época de bonança pode durar bastante
E acabar com esta tempestade na alma.

 

 

Ivan Jubert Guimarães

 

Direitos reservados ao autor

 

 

Tube: Suzi Sgai

Midi: Remember