Ivan Jubert Guimarães
25/07/2018


Para se fazer uma poesia,
Que haja tristeza e solidão
Uma eterna fotografia
De um momento de paixão

Não se faz poesia sorrindo,
É preciso, da alma, o choro,
Para que o verso seja lindo
E os anjos cantem em coro.

O poeta deve estar pronto,
Usar o intelecto e a emoção,
Traçar o feitio ponto a ponto
Alinhavar com o coração.

Necessário estar apaixonado
Por uma mulher de rara beleza,
Ou apenas estar enamorado
Das coisas da Natureza.

O espírito deve ser poético,
Leve, receptivo e elegante,
Também deve ser eclético,
Sem deixar de ser galante.

O poeta busca dentro de si,
O sentimento mais profundo,
A inspiração chega dali
Com o maior amor do mundo!


Ivan Jubert Guimarães

Direitos reservados ao autor