Ivan Jubert Guimarães
08/10/2009


O tempo passa, mas não me esqueço de você.
Recentemente comecei a vê-la em meus sonhos,
Mas não nos falamos a ainda não descobri o porquê.


Mãe querida, a cada dia a saudade aumenta;
Quem foi que disse que com o tempo a gente esquece?
Não dá para esquecer o que você representou e representa.


Às vezes me surpreendo em perceber que não sou tão forte,
Mesmo entendendo a vida como ela acontece.
Não sei porque essa tristeza, porque não acredito na morte.


Sei que podemos nos encontrar antes de eu partir.
Todas as noites peço a Deus para que venha me encontrar
E sei que brevemente não terei mais que pedir.


Quando Deus me chamar, sei que estarei pronto.
Portanto, agora que já nos vemos, não sentirei mais saudade;
Até porque a saudade é a certeza do reencontro.


Ivan Jubert Guimarães


Direitos reservados ao autor