Ivan Jubert Guimarães


21/03/2019


Os tempos eram outros,
Mas veio a hora da mudança,
Meus dias futuros são poucos,
Envelheci, não sou mais criança.

A vida deixou de ser brincadeira;
Se antes havia tempo para tudo,
Ela agora anda muito mais ligeira,
E minha conduta, quero ver se mudo.

Não mais correr atrás de amores,
Pois é difícil que o amor apareça,
O tempo é de plantar flores,
Para que o amor sempre floresça.

Que se respeite mais a Natureza,
Ela é sábia e nos protege do mal,
E este mundo repleto de belezas,
Continuará assim até o Juízo Final.

A mesma terra em que vivemos,
Tão farta em seus benefícios,
Não pode ser tratada como fazemos
Não usufruindo de seus prodígios.

O momento é de se cultivar a paz,
Compete a cada um sua remissão,
Que todo ser humano seja capaz,
De não mais errar e cultivar o perdão.

Mas tudo isso poderá ser inútil,
Se continuarmos sendo egoístas,
Levando uma vida tão fútil,
Vivendo de forma individualista.

Portanto, meus queridos irmãos,
A hora é de necessária união,
Unamo-nos e vamos nos dar as mãos,
Deixando limpo e leve o coração!


Ivan Jubert Guimarães

Direitos reservados ao autor
 

Esperamos seu carinho no nosso Livro de Visitas