Ivan Jubert Guimarães
25/11/2007


Os poetas, todos, são pessoas especiais;
Falam de amor com muita maestria,
Como um regente à frente de musicais,
Mas seu instrumento são os versos de sua poesia.



Ele é como o artista que pinta uma paisagem,
E faz das tintas e das cores o que bem quer.
E ao escrever seus versos não pede passagem,
Principalmente quando os escreve para uma mulher.



E se o escultor desbasta a pedra com vontade,
Até descobrir uma bela estátua dentro dela,
O poeta para criar usa de toda sua habilidade,
E coloca o que sente de forma clara e bela.



A música dos grandes mestres compositores,
Fica ainda mais linda se comparada à poesia,
Parece até que todos os grandes autores
Reúnem-se aos finais de tarde numa boemia.



Trocam idéias, falam de amores e de pinturas,
De esculturas, poemas, sonatas e adágios,
Depois saem bêbados pelas ruas escuras,
Criam a mesma obra e nenhuma é plágio.



Ivan Jubert Guimarães


Direitos reservados ao autor