Ivan Jubert Guimarães
12/03/2012



Não há nada tão verdadeiro,
Nem mesmo tão ligeiro,
Como o flash de um olhar.


Teus olhos que cintilam tanto,
Enchendo-me de amor e encanto,
Fazendo o meu corpo vibrar.


É uma atração que se imanta
Que faz te parecer uma santa,
Com a doçura de teu olhar!


Quando olho nos teus olhos
A rosa de minha mão eu desfolho,
Num jogo antigo do malmequer.


E com o coração esperançoso
Caminho alegre e fogoso
Nos teus braços de mulher.


Pois não há nada no mundo,
Que seja tão belo e profundo,
Como este teu lindo olhar!


Ivan Jubert Guimarães


Direitos reservados ao autor

 

 

Midi: Este seu olhar - Toquinho