Ivan Jubert Guimarães
19/01/2011



Ao olhar-te, espanto os abrolhos,
Sinto chegar o êxtase da paz,
Já que o verde dos teus olhos,
Além de calmo, é bonito demais!



Ivan Jubert Guimarães

Direitos reservados ao autor