Ivan Jubert Guimarães
10/04/2016


Meu poetar anda adormecido,
Talvez pela instabilidade política
Que assola o meu país.
O ódio vai se espalhando velozmente
Derrubando as rimas e as canções.
E eu me pergunto o porquê de tudo isso,
Se tudo que acontece já está escrito
No livro da vida e da evolução.

Como fazer a poesia
Que o mundo precisa?
Bombas explodem pelas ruas
Matando pessoas inocentes.
Eu disse inocentes?

A vida não é apenas
Os acontecimentos atuais.
O tempo é eterno,
Não existem horários,
Tudo acontece no agora.

E daí?
Aposto que não entendeu nada.


Ivan Jubert Guimarães


Direitos reservados ao autor
 

Midi: Mestres Ascencionados (trecho)