Ivan Jubert Guimarães
18/01/2007


Sabe?
Às vezes eu nem tenho vontade de conversar contigo!
Basta-me tua presença, é o bastante ver-te ao meu lado.
É estranho!
Todos falam que no amor o contato tem que ser amigo,
Que o diálogo tem que ser sempre bem alimentado,
 


Palavras!
O que são palavras diante de um gesto de carinho,
De um olhar apaixonado, meigo e cheio de ternura?
Desejo!
Que se tem para percorrer junto um mesmo caminho;
E transformar todo aquele silêncio numa grande aventura!
 


Perigo!
Quando a distância entre nós fica maior, muito aumentada;
E a solidão invade a alma, enchendo-a de tristeza.
Socorro!
Dá-me tua mão e não te afastes tanto em debandada,
Volta, fica junto e vivamos juntos um vida de beleza.
 


Preciso!
Sentir tua presença, sentir-te minha eterna companheira,
Fica comigo, creia que aqui encontrarás a felicidade!
Volta!
Vamos juntos percorrer o resto de nossa vida inteira,
Antes que eu me entorpeça e me embriague de saudade.


Ivan Jubert Guimarães
Direitos reservados ao autor