Ivan Jubert Guimarães
04/11/68
 


A noite é clara e o ar é limpo.
Ouve-se ao longe um coro de vozes cantando
em louvação ao Senhor.
Os sinos batem nas igrejas que ficam cheias de gente.
As crianças têm um brilho diferente nos olhos e os
homens portam bondade nos corações.
Em todos os lares reina a paz e a alegria.
O homem da sarjeta, a mulher de esquina, estes são
os únicos que sentem-se tristes e solitários nesta noite,
pois não são aceitos pela sociedade como seres humanos.
E mesmo com os olhos úmidos pelas lágrimas derramadas,
têm o coração cheio de ternura.
Mesmo os homens que fazem guerra sentem-se
humanos nesta noite e suspendem os combates sangrentos.
Tudo isto torna a noite diferente.
A paz reina no mundo.
É noite de Natal.




Ivan Jubert Guimarães


Direitos reservados ao autor