Ivan,
 
Hoje que você celebra a partida de sua mãe, quero mais uma vez te fazer uma declaração de amizade, pois você é a referência de amigo, que tenho na vida.
 
Nunca, mas nunca vou ser capaz de agradecer o que tem feito por mim.
 
Seus gestos me fazem entender a grandeza da sua alma, o que me faz sentir uma imensa gratidão e uma gigante admiração.
 
Gostaria muito de poder estar a seu lado nesse momento, pois sei o quanto está sofrendo e o quanto está triste, mas pense bastante que foi vc mesmo que me ensinou que se não estivermos bem, nossos entes queridos também não estarão. Faça um esforço então por ela, que tenho certeza absoluta quer te ver alegre e feliz.
 
Foi você também que me ensinou que a alma é eterna, portanto, ela ainda está com você, e cuide-se para que ela possa ficar serena.
 
Você sabe que conheço muito bem essa dor que está sentindo: a dor da perda. Não sei porque precisamos aprender a conviver com ela. É a lei natural da vida, não é mesmo?
 
As pessoas se vão mas suas obras ficam. Trate então de fazer com que sua mãe sinta cada vez mais orgulho do que ela construiu nessa vida, com todo zelo e dedicação. (Não a conheci, mas afirmo isso com a maior segurança, afinal convivo com você...pelo menos de longe, mas de coração para coração)
 
 
Fique em paz meu amigo, e não se esqueça que pode e deve contar comigo a qualquer hora. No que estiver a meu alcance estarei sempre junto com você! Use e abuse do meu carinho se ele servir pelo menos para amenizar sua tristeza.
 
Amocê. Beijos no seu coração!
 
 Rita Bello

 

 

 

Midi: Liebestraum On Classical Guitar