Ivan Jubert Guimarães

30/11/2016

 

Se os ídolos envelhecem, o mesmo acontece com seus fãs que com o tempo acabam se esquecendo dos ídolos do passado.

O sucesso é efêmero e dura muito pouco. Novos ídolos surgem todos os dias criados que são por aqueles que manipulam gravadoras e programas de rádio e televisão.

Há muito o país foi perdendo intérpretes, pois os compositores passaram a cantar suas próprias composições, muitas das quais de gosto duvidoso.

E isso aconteceu com quatro rapazes, três deles irmãos que formaram um conjunto que estourou na época da Jovem Guarda: The Golden Boys.

Todos os domingos cantavam versões de músicas dos Beatles, dos Platters e de muitos outros cantores.

Ficaram marcados pelas vozes uníssonas e por uma coreografia correta e apropriada que lembrava muito o conjunto americano.

Mas o tempo passa e os convites para cantar vão rareando, os astros caem no ocaso, envelhecem e vão morrendo determinando o fim de um quarteto. Os Bee Gees sentiram isso.

Mais um integrante dos Golden Boys morreu, o conjunto acabou até porque as idades dos que ainda estão vivos não permitem mais canções como Pensando Nela ou Alguém na Multidão, seus maiores sucessos. E também porque compositores não lhes dão mais músicas para cantar. Quantos nomes da música brasileira estão esquecidos e que já fizeram tanto sucesso no passado. Hoje são apenas mais um alguém na multidão.
 

Ivan Jubert Guimarães

Direitos reservados ao autor
 

Midi: Alguém na Multidão - Golden Boys