Ivan Jubert Guimarães
19/04/2007



Um por todos e todos por um. Esse era o lema dos três mosqueteiros, personagens criados por Alexandre Dumas. A eles se juntou D’Artagnan e os quatro foram fiéis defensores do reino do França.
Para quem leu o livro ou assistiu a um dos filmes mais sérios sobre eles, sempre houve um pouco de comicidade na história desses personagens. Mas uma coisa sempre foi muito séria nessa história: a amizade entre eles, o lema que possuíam e que colocavam em primeiro lugar no início, no meio e no final de uma batalha.
Já não existem mosqueteiros por aí e os amigos também já estão rareando. Lealdade? Sacrifício? Não mais! Que cada um se vire por si. Este é o lema dos atuais biscateiros. Fazedores de média e de mídia.
Entristeço-me quando vejo um amigo ou amiga em dificuldades, e eu não poder dizer a plenos pulmões: “um por todos e todos por um” Essa impotência me faz sofrer, pois sempre há algo que se pode fazer. Sei que palavras podem ajudar amenizar uma crise, dar coragem, incentivo, mas, há momentos em que é preciso mais que isso.
O máximo que consigo dizer quando tiro meu espadachim da bainha é dois em um. E em dois já dá para dizer “um por todos e todos por um”.
Se para salvar a princesa, os mosqueteiros uniam seus espadachins, eu, como fiel escudeiro só posso erguer meu escudo para tentar impedir que o mal atinja a minha rainha, ou minha princesa.
Já não tenho a força nem a destreza de antes, mas sei agüentar um tranco e, por isso, eu posso dizer com segurança que meu escudo as protegerá das forças do mal e com meu espadachim hei de lutar para defender com lealdade o reino habitado por meu coração.
Não sou D’Artagnan e não tenho a companhia dos mosqueteiros para me ajudar, mas tenho ao meu lado alguém muito superior a eles: Cristo! Não preciso mais de espadas, pois não quero ferir ninguém, atiro longe meu escudo, pois nenhuma pedra me atingirá. O rei da Terra me protegerá e sob sua proteção manterei a salvo a rainha e a princesa que moram em meu reino.
 


Ivan Jubert Guimarães


Direitos reservados ao autor