Ivan Jubert Guimarães

14/01/2018
 

 


Tinha tudo para ser um dia especial, mas eu não contava com o imprevisto de que minha intenção pudesse criar um incidente. Fui convencido a abandonar a ideia.

Era algo muito simples, talvez até singelo, mas estava carregado de carinho e esperança de que eu fosse agradar.

As coisas nem sempre acontecem do jeito que a gente pensa.

Dei um telefonema, mas do outro lado só monossílabos e mesmo assim passei minha mensagem.

Passei o dia de hoje com muita tristeza em meu coração, muito cansaço e muito ofegante que achei que fosse morrer. Escrevi uma crônica dando meu adeus, mas guardei-a sem publicar.

As horas foram passando, mas a tristeza não passava e o jeito foi dormir à tarde, sentindo algumas dores no corpo.

Devo ter dormido umas duas horas e acordei mais disposto. Fui para a sala tentar ver um pouco de televisão e olhei para a estante e lá estava ele, o presente que eu não pude dar.

 

 

Ivan Jubert Guimarães

Direitos reservados ao autor

 

Esperamos seu carinho em nosso Livro de Visitas