Ivan Jubert Guimarães
14/12/2018

 

 

Por onde andará aquela garota que brincava todos os dias no quintal de sua casa?

 

Menina loura de cabelos dourados, vestido amarelo de bolinhas e de pés no chão de terra do terreno em que morava, a menina brincava sozinha, corria pelo terreno e parecia voar como se fosse uma linda borboleta.

 

O chão de terra batida ficava colorido de dourado, com seus cabelos esvoaçantes, seu vestido amarelo e os girassóis que reinavam no pequeno jardim atrás da casa. Era tão bonito ver!

 

Morava em uma casa humilde num bairro de classe média e não se importava com isso. Sempre usava vestidos, alguns feitos por sua mãe. Calças compridas não faziam parte de seu vestuário. Por isso, era admirada por todos em sua elegância de menina.

 

Às vezes brincava com seus dois irmãos menores, jogando bola ou sentada nos degraus da casa soltando bolinhas de sabão.

 

O tempo passou e a menina cresceu, mas continuou com a simplicidade e a beleza que sempre a identificaram.

 

Não andava em más companhias e nem carregava os vícios das moças de sua idade e quando ia a festas, o irmão sempre estava junto, protegendo-a.

 

Nunca mais vi a menina de vestido amarelo e nem tive notícias dela. É uma pena, pois vê-la dava uma sensação de alegria e liberdade.

 

 

 

Ivan Jubert Guimarães

 

Direitos reservados ao autor

 

Esperamos seu carinho no nosso Livro de Visitas