Ivan Jubert Guimarães



Somente quem sabe da possibilidade de uma
Amizade tão grande entre um homem e uma mulher,
Não sai por aí pensando besteiras
Dizendo coisas banais quaisquer;
Raras são as pessoas que podem falar de
Amor, de amizade, de carinho e fraternidade


Minha querida eu te amo com meu coração
Amo teu jeito de ser e teu modo de amar
Receba, pois, este poema com a mesma emoção
Irmãzinha querida, que brota de teus olhos
Apaixonados pelo teu grande amor.


Meu amor por ti é puro como
As flores que cultivas em teu jardim,
Se, por um acaso, alguém duvidar desta amizade,
Só poderá ser por ter inveja de ti ou de mim,
Amizade como a nossa não tem começo, nem meio, nem fim.


 


Ivan Jubert Guimarães
Direitos reservados ao autor